Guia de compra: como escolher um motor para o seu portão

Saiba quais os principais pontos a se considerar no momento da compra de um automatismo para o portão

 

Há muitas vantagens em ter um portão automático em casa, a começar pela segurança e praticidade. Pense que já não terá de sair do carro para o abrir, evitando a exposição em dias de chuva, a preocupação com possíveis roubos e até a perda de tempo a abri-lo e fechá-lo todos os dias.

 

No entanto, para assegurar um funcionamento eficiente é necessário fazer as escolhas certas ao comprar o motor. Neste artigo listamos alguns fatos que o ajudarão a escolher os melhores modelos para o seu portão.

 

Como escolher o melhor motor

 

A primeira coisa a pensar não é no motor em si, mas no local onde ele vai ser instalado, só então poderemos definir a potência e o modelo que melhor se adequa às suas necessidades.

 

Antes de começar a procurar um motor para o seu portão, responda às seguintes perguntas:

 

– O motor vai ser instalado numa casa, empresa ou condomínio?

– Durante as horas de pico de utilização, quantas aberturas e fechos irão ocorrer?

– Qual é o tamanho e peso da porta a ser aberta?

– Quanto tempo demorará a abrir completamente o portão?

 

Com estas informações pode passar à fase seguinte, que é a de escolher o motor a utilizar no seu portão automático.

 

Potência do motor

 

A potência do motor está diretamente relacionada com o peso da porta que irá mover. Além disso, a potência está também relacionada com os ciclos de abertura e fecho por hora.

 

É importante que nunca compre um motor com potência inferior às suas necessidades.

 

A eventual utilização de um motor com pouca potência pode causar desgaste nas peças, diminuindo a vida útil do equipamento, bem como o seu desempenho.

 

 

Guia de compra – Escolhendo o motor para o seu portão

 

Agora que sabemos um pouco mais sobre como funcionam os motores, é altura de fazer a compra.

 

Acima de tudo, pense que se está a preparar para o futuro. Por isso, leve o seu tempo e preste atenção a todas as nossas dicas, para que não cometa erros ao comprar.

 

Capacidade

 

Se já tem uma porta, deve avaliar o seu tamanho e peso. Isto é importante porque a capacidade do motor, como já viu, depende desta informação.

 

A potência do motor é inversamente proporcional ao peso da porta a ser aberta. Portanto, é preciso saber quanta energia será necessária para manter a porta a funcionar e por quanto tempo.

 

Uma dica é nunca comprar um motor que tenha menos capacidade do que a sua porta precisa. Isto pode reduzir a vida útil do motor e também causar danos no funcionamento do dia-a-dia.

 

Lembre-se de que este é o ponto mais importante na sua escolha.

 

Kit de instalação

 

Ao comprar um motor para uma porta automática, é comum que o produto venha com um kit. Neste caso, acessórios como comandos, peças de fim de curso e cremalheiras estão normalmente incluídos.

 

Por outro lado, pode haver casos em que tenha de comprar estas coisas separadamente. O conselho, portanto, é verificar todos os elementos que fazem parte do kit para identificar se terá de comprar quaisquer acessórios separadamente, tais como mais metros de cremalheira ou comandos adicionais.

 

Programações disponíveis

 

Ao comprar um motor, deve ser tido em conta o número de pessoas que o irão utilizar. Isto acontece porque os automatismos têm normalmente um número limitado de configurações programáveis.

 

Portanto, numa residência provavelmente não utilizará mais de 10 comandos para abrir e fechar. Mas, num condomínio, a situação pode ser muito diferente.

 

Velocidade

 

Hoje é possível encontrar modelos mais comuns cuja abertura total demora 16 segundos. Outros modelos intermédios requerem apenas 8 segundos, outros apenas 3,5 segundos.

 

No entanto, é preciso lembrar que a velocidade também depende do tamanho e do peso da porta. Por isso, pense nisto antes de exigir uma velocidade de motor super-rápida.

 

Ciclos de abertura

 

Os motores são normalmente produzidos com um certo tipo de utilização em mente. Assim, o número de vezes que a sua porta automática será aberta por hora faz toda a diferença. Os modelos podem efetuar entre 30 e 150 ciclos por hora, dependendo do modelo do motor. Por isso, é importante estar atento a este detalhe ao a efetuar a sua compra.

 

Tecnologias auxiliares

 

Existem componentes eletrónicos que permitem uma maior velocidade e movimento, bem como sensores de segurança, e mesmo baterias que podem ser recarregadas por painéis solares.

 

Tudo isso pode fazer a diferença quando se trata de escolher o seu equipamento do dia-a-dia.

 

Este artigo foi útil para si? Deixe nos comentários a sua opinião.

 

Visite o nosso site para comprar motores para portões de correr, de batente ou e garagem além de acessórios e componentes eletrónicos para automatismos.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Categorias

Subscreva a nossa newsletter e ganhe 5% de desconto
na sua próxima compra

Entre na nossa lista exclusiva e acompanhe todas as promoções e novidades que temos para lhe oferecer.